QUESTTO NÓ COM LEVI GIRARDI - CHARNEIRA SUPERNOVA 2014




Este ano um dos maiores eventos de design que acontece em Curitiba - A Charneira 2014 teve como convidado para cerimônia de abertura o professor de filosofia Haroldo de Paula e o designer Levi Girardi do studio de design, Questto|Nó.


Levi Girardi inicia sua apresentação dizendo que esta na hora de errar. Ele explica que é um privilégio trabalhar com design, mas é o designer quem constrói o design e o design é uma coisa que ainda está se construindo na sociedade. Por isso ele referência que é preciso experimentar as oportunidades que se possam aprimorar a atividade ainda tímida no Brasil.  Cita que design é estratégia combinada com fatores de diferentes áreas como pesquisadores, engenheiros, enfim o que hoje em dia é difundido pela IDEO como Design Thinking. O design só se desenvolve se aliar essas três vertentes: Humano, Tecnológico e Econômico. 



Eles geram impactos positivos que o design pode melhorar nosso dia a dia, porque existem novas formas de consumir. E como sabemos o que o cliente quer? Através da metodologia da IDEO podemos nos colocar no lugar do cliente e perceber o produto através de sua óptica e usabilidade. Por isso a Questto|Nó considera que o dirty prototype, ou mockup que a Questto|Nó chama de PORCÓTIPO seja tão importante, pois ele antecipa o teste conceito antes mesmo de validar a ideia. Isso é um novo jeito de iteração comercial.

Podemos perceber que existem também formas velhas de consumo dos produto que podem ser reestruturadas, citando o caso dos engradados desenvolvidos para a empresa Skol. No qual Girard diz que devemos "refilar as coisas".



Existem também novos tipos de interações com produtos, envolvendo o design desde desenvolvimento de produto para campanhas publicitárias até o gerenciamento do evento, e toda parte de comunicação e estratégia. O design possibilita agregar em um único serviço diversas esferas empregadas e combinadas de forma única para proporcionar a melhor experiencia em todos os sentidos. 

USAR SÓ O QUE PRECISAMOS

Essa é a principal diferença de inovação de um projeto de design. O projeto de inovação é um pedido, um desejo, façam o que vocês querem. Isso é muita responsabilidade é muita energia criativa para desenvolver um projeto com total autonomia delegada pelos clientes, afirma Girardi. Pode ser um produto, serviço, marca, enfim o que nós fazemos é conciliar tudo para a redução do processo.

Existem outros tipos de consumo que é o reusar para não faltar, ou novas formas de construir. Como será o futuro, nós da Questto|Nó pensamos muito sobre isso o que está acontecendo no mundo? Vamos imprimir nossas coisas em casa? As Ferramentas 3D vieram para interferir no objeto, adaptando e traduzindo para uma nova estética uma experimentação, totalmente replicável e disponível para download. Essa tecnologia ainda é cara, mas vai baixar o preço e tudo logo será customizável, open source. Existem já impressoras como a NX da Siemens que imprimi peças com precisão mecânica. 

Desobedecer as normas o que já está estabelecido é necessário, tudo pode ser reinventado, e nós da Questto|Nó não queríamos fazer um vasinho 3D como todo mundo então resolvemos pegar um produto mais complexo e fizemos a Strip Guitar:



"Porque a gente vai imprimir as coisas? Para que seja digno de imprimirmos as coisas".  Tudo será feito com a impressão 3D será uma nova revolução de consumo. Tem um site chamado Nervous System que gera um desenho de estruturas complexas orgânicas de forma simples e customizável. Ele faz um desenho exclusivo, seu! Através de ferramentas muito simples sairão produtos muito particulares. Você pode aplicar em qualquer área com super versatilidade, com técnica e humana fazendo a diferença na vida da gente.

"A impressora 3D talvez não mude a indústria, tudo isso ainda está em construção, nada é previsível".  - Levi Girardi.

Tem questões no design que são muito óbvias, as vezes tem que fazer com que o cliente perceba o valor por trás do trabalho que é realizado, porque nossa métrica é diferente da deles que só visam o lucro. Nós os beneficiamos com o lucro, mas também melhoramos a relação das pessoas com os produtos que eles vendem. E quando melhoramos esse processo tudo fica mais fácil para ajudar na monetização (lucro). Para ser designer as vezes tem que ter um pouquinho de "cara de pau".





linkwithin_text='Você pode gostar também:' Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...