MITCHELL JOACHIM



Mitchell Joachim, nasceu em 3 de fevereiro de 1972 é reconhecido como um inovador  design ecológico e design urbano. Ele também é pesquisador e professor de arquitetura. Mitchell Joachim é um profissional que  foi adaptando os princípios da ecologia, física, e social para o campoda arquitetura, do urbanismo, do transporte e planejamento ambiental.

Joachim é professor adjunto na Universidade de Nova York e  da  European Graduate School. Ele foi premiado na Moshe Safdie e Association and Martin , e na Sociedade para a Sustentabilidade do MIT (Instituto Tecnológico de Massachuts). Ele ganhou o Canal de História e Design Excellence Award Infiniti para a Cidade do Futuro, e na  revista Time:  Melhor Invenção do Ano de 2007, carro MIT w / MIT Smart Cities. Seu projeto, 'Fab Tree Hab' , foi exibido no MoMA e amplamente divulgados. Joachim foi selecionado pela revista "Wired" The List Smart 2008: 15 pessoas que o próximo presidente deveria escutar. Na revista Rolling Stone, Mitchell homenageado como um agente de mudança "As 100 pessoas que estão mudando a América". Em 2009 ele foi entrevistado sobre o relatório de Colbert, (Relatório da Comissão Climática) a revista Popular Science tem caracterizado o seu trabalho como um visionário de "O Futuro do Meio Ambiente" em 2010.

Seguem alguns trabalhos desenvolvidos por Mitchell Joachim, lembrando que Arquitetura e Design estão intimamentes ligados desenvolvendo juntas o futuro para a humanidade.



Sua idéai é  construir uma cidade autossuficiente em transporte inteligente, uso eficiente de recursos, geração energética, produção de alimentos e tratamento de resíduos, o que poderia "levar entre 100 e 150 anos, para ser concluido o projeto. Com a infraestrutura das telecomunicação, elas poderão ajudar a redesenhar as metrópoles já que com a popularização de tecnologias elas influênciarão e provocarão mudanças tanto no transporte, quanto na concepção de cidade que temos hoje. Para ele ainda levará pelo menos 15 anos para que vejamos veículos elétricos circulando pelas ruas.
Mas para as modificações de fato ocorrerem nas cidades, o especialista imagina que essa mudança demore mais tempo, ao menos 30 ou 40 anos para que uma mudança no paradigma do modelo de construção das edificações.
O conceito do automóvel urbano, selecionado pela revista americana Time como uma das melhores invenções de 2007, consiste em construir um veículo em função da cidade e não pensar a cidade em torno dos veículos, como acontece atualmente.

Os habitantes da cidade futurista deverão compartilhar os veículos, o que significará uma redução do trânsito, da poluição e da dependência das energias não renováveis, como detalha Zipcar, companhia pioneira em oferecer este tipo de serviços.

Terreform One propõe a fabricação de veículos com materiais leves, como o neoprene, com a finalidade de que possam ser dobrados e carregados como carrinhos de compra e, além disso, serão menos perigosos ao terem contato com as pessoas nas ruas.

Os veículos, equipados com software que interliga os motoristas por meio de uma espécie de rede social, permitirão enviar mensagens em tempo real sobre direções, estacionamentos gratuitos, advertências de acidentes e imperfeições nas vias.

Outro projeto deste grupo consiste em construir um ônibus dirigível, a partir do qual os passageiros poderão subir e descer facilmente, já que alcançaria uma velocidade máxima de 24 km/h e os assentos seriam a poucos centímetros do chão".






O desenho de paisagens urbanas visualmente atraentes está incluído nos sonhos de Joachim. No seu Terreform One elabora a construção de parques públicos, espaços verdes com lagos artificiais para tratar resíduos, limpar o ar e a água, produzir energia e controlar o bioclima estacional.

Aposta também no desenho de cidades construídas a partir de resíduos (plástico para a fenestração, compostos orgânicos para os andaimes temporários, metais para as estruturas principais) e a construção de casas usando organismos vivos.

Esta ideia consiste em construir uma "casa vegetal" usando uma técnica de jardinagem ancestral: erguer paredes a partir de enredadeiras, arbustos e árvores. Com alguns andaimes e um sistema de controle vegetal, é possível direcionar o crescimento da vegetação com geometrias calculadas.

Por outra parte, Joachim entrou para o mundo da biotecnologia ao fundar, com o biólogo Oliver Medvedik, o instituto Bioworks e iniciar o cultivo orgânico de células, fazendo crescer carne in vitro para depois fabricar produtos de uso humano, como couro.



Apesar de todas estas propostas urbanísticas soarem para muitos como uma utopia ou um filme futurista, o certo é que algumas de suas bases estão alicerçadas em princípios ancestrais baseados em relações simbióticas e em ideais ecológicos de Thomas Jefferson.


A passagem do tempo ajudou a aumentar a viabilidade destes projetos, pois conta com conhecimentos tecnológicos e científicos cada vez mais avançados para tornar possível uma troca biológica mais sadia entre o ambiente e os habitantes, o que contribuiria positivamente à qualidade de vida de todos.





KARIM RASHID


Karim Rashid  nasceu no Cairo, em 18 de Setembro de 1960, é um designer egípcio de maior influência nos anos 90 e começo do século XXI. Chama a atenção por projetos que mesclam o apelo visual diferenciado em conjunto com a funcionalidade. É casado com a designer digital americano Megan Lang.
Quando jovem foi estudar na Inglaterra, onde adquiriu destaque no começo de sua carreira. Em seguida passou para o Canadá, consolidando um design diferente e conseguindo destaque no mundo do design exatamente por esta caracterisca, considerada por muitos como um estilo peculiar e muito chamativo. Possui em seu portfolio de trabalhos, vasos, lixeiras e hotéis no mundo todo.
Um dos poucos profissionais que conseguiu aliar a arte com design, Ele recebeu o Bacharel em Desenho Industrial da Universidade de Carleton , em Ottawa, Canadá em 1982 e completou seus estudos de pós-graduação na Itália .
Rashid criou mais de 3.000 projetos, incluindo projetos que vão desde interiores, moda, mobiliário, iluminação, arte e música para as instalações,  todos eles colocados em produção, e com êxito entrou no campo da arquitetura e interiores, projetando o restaurante Morimoto, em Filadélfia e hotel Semiramis, em Atenas. Sua obra está nas coleções permanentes em 14 museus em todo o mundo, incluindo o Museu de Arte Moderna em Nova York e San Francisco Museu da Arte Moderna , Centro Pompidou , em Paris, e ele participa de exposições em diversas galerias.

SITE OFICIAL:










MÓVEIS DO FUTURO?

Será que viveremos em espaços tão pequenos para criar tantas engenhocas para otimizar espaço? Será que é este o futuro que queremos? Espaços  cada vez menores, casas mais baratas, e movéis e soluções mais caras? Confira o video, e tire suas próprias conclusões.

PHILIPPE STARCK


Philippe Starck é um  dos maiores designers do mundo, nascido em Paris, em 18 de janeiro de 1949 estudou na École Nissim de Camondo. Em 1965 ganhou a competição de mobiliário de La Vilette. Três anos depois fez parte do desenvolvimento de móveis infláveis em parceria com L. Venturi. Foi diretor de arte da Pierre Cardin (1969) onde produziu 65 peças de design exclusivo. Trabalhou para várias empresas como: Disform, Driade, Baleri, XO e Idée.
Em 1979 fundou sua própria empresa, a Starck Productions. Já havia trabalhado como designer de produtos, de mobiliário e de interiores quando foi selecionado a desenvolver a renovação completa de apartamento pessoal do presidente de seu país.
Em 1986 tornou-se conferêncista adjunto da Domus Academy, em Milão.
É conhecido mundialmente pelo seu design leve e contemporâneo, tanto pela forma, quanto pelos materiais que emprega nas suas criações.
Diferentemente da maioria dos outros artistas do Novo Design, o trabalho Starck não se concentra na criação de provocantes e caras peças únicas.(embora muitas de suas criações,acabaram tornando-se caríssimas) Em vez disso, seu design de produto são desde  utensílios domésticos  utilizáveis, Starck que se ajuda ao mercado para produção em massa. Seus produtos e adereços são muitas vezes estilizada, simplificada e orgânicos em sua aparência e também são construídos com combinações invulgares de materiais (como vidro, pedra, plástico e alumínio, tecido plush e cromo, etc.)

Sua carreira começou a subir a sério em 1982 quando ele desenhou o interior de apartamentos privados do presidente francês François Mitterrand . Starck trabalhou de forma independente como designer de interiores e como designer de produto desde 1975. Mais concretamente, em 2002, ele criou uma série de desenhos de produto relativamente barato para o grande varejista americana Target Stores .
Seus mais recentes projetos notáveis incluem um mouse óptico para o Microsoft  , iates e até novas embalagens para uma empresa de cerveja. Ele foi contratado para desenhar a  'espaço-portoa' para a empresa Virgin Galactic, onde faz vôos de turismo espacial no Novo México. Outro projeto foi a exposição Ecologia Democrática com Pramac.
No outono de 2009  Starck apareceu em um programa da  BBC- Two "Design for Life", no qual 12 estudantes de design aspirantes competiram para ganhar um estágio de seis meses com a companhia de Starck baseada em Paris .



PRODUTOS

Dois projetos do Starck inclui escovas estilizado (1989) e um espremedor elegante dublou o Juicy Salif criado para Alessi em 1990. O Juicy Salif tornou-se um preço acessível e popular como item cult .Em 2004, ele projetou o sanitizer primeira escova da marca  Yonkers, NY Violight empresa que venceu o 2005 Industrial Design Excellence Award . Em 2008 ele criou alto-falantes sem fio para o iPod e iPhone.



Quanto projetos de móveis, ele é famoso por seus desenhos para a montadora italiana Kartell, muitos dos quais são feitas de plástico policarbonato.Como o sofá  BubbleClub a banqueta La Bohème entre tantos  produtos mundialmente famoso que projetou incluir a cadeira transparente Louis Ghost, Ero.

















SITE OFICIAL: http://www.starck.com/

SEGUE A PALESTRA DE PHILIPPE STARCK - PORQUE DESIGN - LEGENDADO





linkwithin_text='Você pode gostar também:' Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...